Loading posts...
  • Investimentos de impacto e sociobiodiversidade beneficiam a Amazônia sustentável

    Os investimentos de impacto na Amazônia, que garantem um resultado social ou ambiental positivo com retorno financeiro, o capital filantrópico e a valorização da sociobiodiversidade (relação entre bens e serviços gerados a partir de recursos naturais) poderão abrir caminho para o desenvolvimento sustentável da região. O assunto foi um dos destaques do webinar “Cadeias sustentáveis focadas na biodiversidade e no extrativismo”, organizado pela Sociedade Nacional de Agricultura (SNA) em parceria com a Beraca, empresa fornecedora de insumos naturais para o setor de cosméticos e que atua na região amazônica.

  • A nova economia da Amazônia

    Embora a hostilidade ainda persista em muitos rincões, um novo universo de negócios com responsabilidade social e ambiental, ao lado do manejo florestal sustentável e do extrativismo, está criando uma agenda positiva para o bioma, associando conservação, uso racional dos recursos naturais e geração de emprego e renda.

  • AM: proposta para regulamentar produção orgânica

    “Estamos criando uma regionalização da política de orgânicos para fortalecer esses agricultores, pensando na soberania alimentar e na qualidade de vida deles”.

  • Alta cozinha na floresta amazônica

    Falar e debater para combinar experiências, tecer uma rede de colaboração e estabelecer as bases que permitam começar a mapear a despensa amazônica, vinculada às comunidades nativas que a tornam possível. Um objetivo tão ambicioso como fascinante.

  • Verde no nome e na fabricação

    Tênis, que é sucesso entre os franceses, é feito no Brasil, com algodão orgânico e borracha sustentável da Amazônia. A fabricante, Vert , espera faturar 6 milhões em 2013 – valor sete vezes maior que o de 2006.

  • Gado orgânico produz carne, bolsas e sapatos sem destruir a Amazônia

    “O equilíbrio entre a pecuária e a floresta não é só uma obrigação legal, também garante um aumento da produtividade”, explicou o pecuarista Lacir Soares, que adotou novas práticas de produção reduzindo o impacto ambiental.

  • Preserva Mundi é destaque no jornal britânico The Guardian

    Parte de uma série de reportagens sobre negócios na Amazônia, demonstra como empresas sociais na região, que trabalham com a agricultura, podem executar operações de comércio justo, sustentável e orgânico. E dá algumas dicas, destacando produtores que tem tido sucesso, como a Fazenda Preserva Mundi, parceira da rede OrganicsNet.

  • Sudeste da Amazônia pode virar savana

    Você já imaginou um mundo onde o rio amazonas fizesse parte do passado? Uma perspectiva estarrecedora, não? Pois bem, tal panorama não está tão longe assim de se concretizar. Uma dupla de pesquisadores, do Brasil e da Colômbia, calculou pela primeira vez qual é a redução na quantidade de chuvas necessária para desestabilizar a floresta. E a conclusão é alarmante: Uma sucessão de secas como a de 2010 seria capaz de transformar a porção sudeste da Amazônia em savana.

  • Para ambientalista, grandes hidrelétricas tendem a ficar no passado

    Carlos Ritti, do WWF Brasil, afirma que a redução do tamanho dos projetos hidrelétricos ainda é uma concessão modesta para minimizar os impactos de hidrelétricas na Amazônia.

  • Brasil deve reafirmar acordo que garante proteção de biomas

    Governo brasileiro pode reafirmar os compromissos de proteção aos biomas nacionais, diz João de Deus Medeiros, diretor de Florestas da Secretaria da Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente.