Loading posts...
  • Acordo com Chile pode incrementar o comércio dos produtos orgânicos

    Inédito na América do Sul e assinado entre o Brasil e o Chile, acordo de equivalência, reconhece as certificações dos alimentos orgânicos dos dois países e deve incrementar o comércio de orgânicos.

  • Brasil assina parceria com o Chile para comercialização de orgânicos

    O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, e o ministro da Agricultura do Chile, Antonio Walker Prieto, assinaram um acordo com o objetivo de promover ações para facilitar o comércio de produtos orgânicos entre os dois países. O texto assinado prevê uma colaboração mútua na fiscalização e controle dos produtos e políticas voltadas para o desenvolvimento da produção orgânica, além da melhoria das bases de dados e de normas e regulamentos que regem a atividade. Esse é o primeiro reconhecimento mútuo de semelhanças nas normativas de produção orgânica negociado entre países da América do Sul.

  • Exportações de produtos orgânicos do Chile para o Brasil se destacam

    Referência mundial na elaboração de produtos orgânicos de alta qualidade, 95% da produção orgânica do Chile é destinada à exportação.

  • Vinhos orgânicos chilenos

    Para a empresa chilena Emiliana, a agricultura orgânica e biodinâmica “é a melhor forma de ter vinhedos mais equilibrados, saudáveis e produtivos, o que se traduz em melhor qualidade de uvas e, portanto, de vinhos”.

  • Império chileno de frutas e vinhos orgânicos

    Nos últimos 25 anos, a família chilena Guilisasti criou um império orgânico. Os vinhos biodinâmicos, produzidos pela vinícola Emiliana, durante os ultimos anos tem estado entre os vencedores de premios no Chile e em competições internacionais, e são também exportados. A empresa Organiktime, que pertence à holding, é uma das maiores exportadores de maçãs orgânicas desse pais. A empresa também estabelece padrões de sustentabilidade na produção e na sua responsabilidade social para com seus empregados.