Loading posts...
  • MAPA promove debate durante a Rio+20

    No dia 18 de junho, as 14h, será realizado na Embrapa Solos, rua Jardim Botânico, 1024, Rio de Janeiro, um debate sobre os Sistemas Participativos de Garantia. O evento é organizado pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

  • O MAPA na Rio+20

    O Ministério da Agricultura , Pecuária e Abastecimento (MAPA) divulgou um caderno no qual apresenta sua programação de atividades dentro do evento Rio+20. O caderno reúne informações sobre os locais da conferência e os temas a serem abordados durante o evento.

  • Fazendinha Agroecológica na Rio+20

    Entre os dias 18 e 22 de junho, a Fazendinha Agroecológica, localizada em Seropédica, estará de portas abertas para o público da Rio+20. Pesquisas de campo em agroecologia são realizadas na área de, aproximadamente, 60 hectares.

  • Itaipu na Rio+20: propostas sustentáveis

    A Itaipu Binacional apresentará na Rio+20 programas voltados ao desenvolvimento sustentável, o Cultivando Água Boa e a Plataforma Itaipu de Energias Renováveis. A proposta é consolidar-se como a geradora de energia limpa e renovável com as melhores práticas de sustentabilidade do mundo.

  • Ecogastronomia na Rio+20

    Durante a Conferência Rio+20 que ocorrerá em junho no Rio de Janeiro, os líderes das 40 maiores cidades do mundo degustarão pratos produzidos a partir do conceito de ecogastronomia. O movimento Ecochefs responde pelo menu que prioriza os alimentos orgânicos.

  • Fórum da ONU & Rio+20

    Fórum da ONU visa melhorar o acesso aos produtos orgânicos dos países em desenvolvimento. Começou hoje a reunião de delegados e especialistas para analisar o impacto que as normas comerciais estão tendo sobre os produtores orgânicos em todo o mundo em desenvolvimento.

  • Discussão no RS: importância da agricultura

    Fórum Social Temático discute sobre a importância da agricultura no Rio Grande do Sul. Confira!

  • Diesel de Cana, tecnologia sustentável, nos ônibus do Rio

    Nos próximos 12 meses, o projeto testará a adição ao diesel fóssil de 30% de diesel obtido a partir da cana-de-açúcar em 20 ônibus. Depois, serão 30 veículos de transporte de passageiros. A produção em escala do diesel de cana está prevista para o ano que vem. O diesel de cana usa tecnologia sustentável desenvolvida pela empresa Amyris Brasil.